Missionários
Claretianos Brasil

home » Evangelho Meditado

Evangelho Meditado

Sábado, 4 de Abril de 2020

Ez 37,21-28: Farei deles uma nação única.

Jr 31, 10. 11-12ab. 13 (R. Cf. 10d): O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

Jo 11,45-56: E também para reunir na unidade os filhos de Deus dispersos.

Naquele tempo: Muitos dos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram nele. Alguns, porém, foram ter com os fariseus e contaram o que Jesus tinha feito. Então os sumos sacerdotes e os fariseus reuniram o Conselho e disseram: 'O que faremos? Este homem realiza muitos sinais. Se deixamos que ele continue assim, todos vão acreditar nele, e virão os romanos e destruirão o nosso Lugar Santo e a nossa nação.' Um deles, chamado Caifás, sumo sacerdote em função naquele ano, disse: 'Vós não entendeis nada. Não percebeis que é melhor um só morrer pelo povo do que perecer a nação inteira?' Caifás não falou isso por si mesmo. Sendo sumo sacerdote em função naquele ano, profetizou que Jesus iria morrer pela nação. E não só pela nação, mas também para reunir os filhos de Deus dispersos. A partir desse dia, as autoridades judaicas tomaram a decisão de matar Jesus. Por isso, Jesus não andava mais em público no meio dos judeus. Retirou-se para uma região perto do deserto, para a cidade chamada Efraim. Ali permaneceu com os seus discípulos. A Páscoa dos judeus estava próxima. Muita gente do campo tinha subido a Jerusalém para se purificar antes da Páscoa. Procuravam Jesus e, ao reunirem-se no Templo, comentavam entre si: 'O que vos parece? Será que ele não vem para a festa?'

Comentário

São João narra, no relato evangélico de hoje, que muitos dos judeus que foram à casa de Maria acreditaram em Jesus e que muitos continuam opondo-se a ele desejando que Jesus seja condenado à morte. O caso destes últimos judeus é que eles denunciam abertamente Jesus porque ele está levando à luz muitos homens e mulheres que estavam presos pelo sistema político e religioso de então. Eles não entendem como um homem, como Jesus, pode causar um impacto tão grande na vida dos que entram em contato com ele. Declaram a morte de Jesus. Agora, mais do que nunca, ele está perto do desenlace fatal de sua vida. Os filhos das trevas não permitirão que o Filho de Deus torne possível sua obra na história. O que eles não sabem é que será na morte na cruz, onde toda a humanidade e o universo inteiro encontrarão o profundo significado da existência. Deixemo-nos transformar pelo crucificado. Nele, Deus manifestou toda a plenitude.

Santo do Dia

S. Benedito

c. 1524-1589 ? franciscano ? patrono dos cozinheiros, invocado contra o racismo e a superstição ? \"Benedito? quer dizer  \"abençoado, bendito, bem-falado?

Benedito, o Preto, o Santo Mouro, nasceu em S. Filadelfo, na Sicília. Filhos de pais escravos de origem etíope, deixou o pastoreio para se tornar eremita e depois irmão leigo franciscano. Passou a maior parte da vida no convento de S. Maria de Jesus, Palermo, onde servia como cozinheiro; e, apesar de não saber ler e escrever, foi superior do convento, vigário conventual e mestre de noviços. 

É invocado com a seguinte oração: Ó S. Benedito, por vosso ardente amor a Maria Santíssima que colocou seu divino Filho em vossos braços, por aquela suave doçura com que Jesus encheu o vosso coração, eu vos suplico: socorrei-me em todas as minhas necessidades e alcançai-me, de modo especial, a graça que neste momento vos peço... Ó S. Benedito, intercedei por mim que a vós recorro confiante. Vós, que fostes tão pródigo no atendimento a vossos devotos, atendei à minha súplica e concedei-me o que vos peço. Amém.

Calendário - Serviço Bíblico