IRMÃO AFONSO DE MARCO

Data de Nascimento:

11/06/1939

Falecimento:

Falecimento: 28/07/2022 (83 anos)

Cidade:

Batatais, SP, Brasil

Gaúcho, dedicou sua vida ao especial serviço do Imaculado Coração de Maria como servidor da Palavra.

Com pesar, a Província Claretiana do Brasil se despediu do Ir. Afonso de Marco, religioso claretiano que, por 63 anos, viveu a Missão de Filho do Imaculado Coração de Maria. Morreu na quinta-feira, 28 de julho, aos 83 anos, após sofrer uma parada cardíaca, na casa da Comunidade Claretiana, em Batatais, SP, onde morava. O sepultamento aconteceu no Cemitério da Saudade, na mesma cidade e foi precedido de velório, com a celebração da missa de corpo presente, presidida pelo Pe. Ronaldo Mazulla, CMF, Prefeito Provincial de Apostolado, que o descreveu como um israelita fiel: “Irmão Afonso ficará eternizado como o israelita fiel. É o tipo de pessoa que a Sagrada Escritura descreve de ‘pedra angular’. Sempre desempenhou sua missão com alegria, em todos os serviços para o qual foi destinado, tornando-se um semeador de esperança por onde passava, um modelo de obediência e fidelidade à vida Claretiana. Seus últimos anos foram dedicados aos cuidados com a terra, plantava, regava, colhia, sempre com alegria. Nas frutas e verduras que trazia para a comunidade, estava ali a expressão de amor de alguém que entendeu a razão de viver, que é doar-se”.

Irmão Afonso tratava, há alguns anos, de mal de Parkinson, também chamada de doença de Parkinson, que é uma doença do sistema nervoso central que afeta a capacidade do cérebro de controlar os movimentos.

Nascido no dia 11 de junho de 1939, em Serafim Correa, RS, professou os votos religiosos em 02 de fevereiro de 1959, na Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria. Atuou nas comunidades de São Paulo, SP, Esteio, RS, Santos, SP, Araçatuba, SP e Batatais, SP, onde faleceu. Destaque se dá à sua primeira atividade missionária como propagandista da Revista Ave Maria. Residindo na Casa Mãe, em São Paulo, pode percorrer todo interior paulista e outros estados do Brasil, divulgando a devoção ao Imaculado Coração de Maria através dos assinantes da dita revista, de 1965 a 1993, portanto, por 28 anos.

Este missionário chegou à meta, depois de ter servido a Igreja e amado o Senhor Jesus, com aquela certeza de amor que fala o apóstolo Paulo: “Quem nos separará do amor de Cristo?” (Rm 8, 35). É a fé no amor de Cristo, do qual nada pode separar: nem tribulação, nem angústia, nem perseguição, nem perigo, nem morte, nem vida. Para o Irmão Afonso eram muito claras as palavras do livro da Sabedoria: “Os fiéis no amor permanecerão junto dele” (3, 9), o que fez da sua vida um testemunho claretiano:

– foi um homem de oração, totalmente dedicado às coisas de Deus, com suas devoções e missa diária;

– foi um homem da fraternidade, sendo irmão dos irmãos no serviço, na acolhida e no cuidado;

– foi um homem da missão, no sentido mais amplo e profundo, pois realizava cada tarefa por  causa do Reino anunciado por Jesus.

– foi verdadeiramente um Filho do Imaculado Coração de Maria, propagando sua devoção e conseguindo mais corações para amar e conhecer a Mãe de Deus.

DADOS BIOGRÁFICOS

Afonso de Marco nasceu em 11 de junho de 1939, na cidade de Serafim Correa, Rio Grande do Sul. Filho de Jorge De Marco e de Maria Fillapi De Marco. Foi batizado em 24 de junho de 1939, cuja certidão consta do Arquivo do Arcebispado de Porto Alegre, sendo celebrante Pe. Luiz Pedrazzani. Iniciou o período formativo do Noviciado, em 2 de fevereiro de 1958, em Guarulhos, SP, onde também fez a Primeira Profissão Religiosa, em 2 de fevereiro de 1959. Sua Profissão Religiosa Perpétua foi em 2 de fevereiro de 1965, em Rio Claro, SP. Realizou os estudos básicos nos Seminários da Congregação.

Seu primeiro destino foi a Cúria, em São Paulo, SP, com a função de Propagandista da Revista Ave Maria, de 1965 a 1993. Em 1994, foi enviado à Comunidade de Esteio, RS, com o encargo de Ecônomo local. Com data de 13 de agosto de 1997, foi enviado para a Comunidade do Postulantado, em Batatais, com os encargos de serviços gerais e da colaboração na formação dos pré-noviços. Em 21 de dezembro de 1999, foi-lhe dada uma nova missão, foi transferido da Comunidade de Santos para a de Araçatuba, onde auxiliou nos serviços pastorais na Paróquia do Imaculado Coração de Maria. Em 15 de dezembro de 2011, recebeu novo envio, foi destinado à Comunidade de Batatais, Colégio, com os serviços Comunitários, que foi renovada em 20 de dezembro de 2014. Em 2015, Ir. Afonso teve confirmada sua permanência na Comunidade de Batatais, pelo Pe. Marcos Aurélio Loro, Superior Provincial, onde veio a falecer em 28 de julho de 2022.

Que o Imaculado Coração de Maria o conduza aos braços do Bom Pastor para que obtenha de Deus a felicidade, a luz e a paz!